DICAS RDP A importância da troca dos filtros do caminhão
Atualizada em: 09/11/2018 15:43

A importância da troca dos filtros do caminhão

 

O caminhão possui diversos filtros, cada um exerce sua função, que são fundamentais para o bom funcionamento do veículo. Seja ele o filtro de óleo, combustível ou de ar, alguns cuidados são essenciais para manter a manutenção do seu caminhão em dia.

Os filtros são descartáveis, e como o próprio nome diz, servem para filtrar as impurezas para não comprometer o funcionamento dos equipamentos no qual eles são destinados. Os filtros são, na sua maioria, de baixo custo de fácil manuseio, e mesmo assim, sua troca é de suma importância para a manutenção do caminhão, sendo assim, separamos algumas dicas de qual a finalidade de cada filtro, a hora certa de trocar e os riscos de não efetuar essa troca.

 

FILTRO DE COMBUSTÍVEL

 

O filtro de combustível tem como objetivo proteger o sistema de injeção, eliminando as impurezas do diesel, como enxofre e água. Sua troca deve ser realizada a cada 10 mil e 15 mil quilômetros. Caso o filtro passe do prazo de validade ou se danifique, pode haver um comprometimento da bomba de detritos e do sistema de injeção, podendo entupir os bicos injetores, provocando falhas e até acidentes.

 

FILTRO DE AR

 

Esse filtro tem como função eliminar a poeira e detritos aspirados pelo motor, permitindo que a câmara de combustão se mantenha limpa, evitando o desgaste de peças móveis do motor. O ideal é checar o filtro após toda viagem, pois seu desgaste pode variar de acordo com cada tipo de veículo ou condições do ambiente no qual o motorista viaje, então é importante sempre ficar atento. Sua não troca pode causar um excesso de sujeira, obrigando o propulsor a realizar mais força para puxar o ar, elevando o consumo de combustível, além de deixar que impurezas cheguem ao motor.

 


FILTRO DE ÓLEO

 

Os filtros de óleo tem como função eliminar impurezas, como partículas de metal, que são geradas a partir da fricção das peças móveis que fazem parte da composição do motor. Sua troca deve ser feita junto com a troca do óleo do veículo, ou seja, a cada 25 mil ou 40 mil quilômetro, porém, esse pedrão de tempo de troca
deve ser diretamente influenciado pela rotina do motorista, quem viaja muito por estradas de terra, ou com maior índice de poluição, deve sempre limpar ou mesmo trocar o filtro, pois nesses casos, a tendência é que ele se deteriore mais rápido. Se essa troca não for feita, as partículas citadas acima irão entrar no motor, danificando os cilindros, pistões, anéis e válvulas, podendo fundir o motor por esse motivo.

 

Esperamos que nossas dicas tenham sido úteis, e sempre enfatizamos que a prevenção sempre é a melhor das escolhas, para evitar problemas futuros, até porque, como já citado, os filtros são de fácil manuseio, além de serem de baixo custo. Para qualquer outra situação, a Rede Dom Pedro está sempre pronta para te ajudar.